Êxodo Brasileiro: mais de 3 milhões de exilados

Retirantes da fome. Retirantes do atraso.
Vítimas da corrupção.
Fugitivos do salário mínimo do mínimo. Fugitivos dos empregos precários. Todos os empregos no Brasil são temporários. Que o ditador Castelo Branco cassou a estabilidade.
Fugitivos do desemprego. Desempregados pelas empresas privatizadas. E desnacionalizadas.
Perseguidos pela Gestapo do SPC. Perseguidos pelo SNI da Serasa.
Degredados do Brasil Colônia Internacional.
Exilados da Ditadura Econômica.

Quantos são, hojemente, os brasileiros espalhados pelos quatro cantos do vasto mundo?
Em 2010, segundo reportagem exclusiva da iG, mais de 3,1 milhões de brasileiros viviam no exterior.

“Segundo levantamento do Ministério das Relações Exteriores (…) os números têm como base a apuração feita por consulados e embaixadas. Do total, quase a metade dos brasileiros fora do país está nos Estados Unidos”.

O Brasil nunca foi bom em estatística. Principalmente quando ela mostra uma triste e vergonhosa realidade.

Eis o êxodo brasileiro apresentado pela iG, conforme dados do Itamarati. Leia a reportagem da iG