Independência ou morte

Quase cem anos de solidão


por Talis Andrade

  MANIFESTO

            A verdadeira poesia nasce livre
livre da métrica
da rima
do fanatismo

            Força que arrebata
contraditória força que en
leva ao azul
claro azul do céu

            ou nos atira na solidão extrema
de doloroso profundo abismo

O NÍVEL DO VAZIO

A condenação da régua
da solidão
o nível do vazio

Não há sensação de frio
de calor
Não há sensação
de sede de fome
e dor

Há esta ausência
do Eu
da alma
e de Deus

OS PREDADORES 

      Viver conviver entre parceiros
Os caçadores dividem o butim
Os caçadores o tiro certeiro
partilham a carne ensanguentada
a vermelha carne dos inocentes
a sacrificada carne do holocausto
Eu vim para ser sozinho

            DA RESIGNAÇÃO

            Um cigarro
depois do outro
Uma mulher
depois da outra
Entre taças de vinho
mil copos de chope
fui desfiando a vida
sem medo dos espias
e dos mensageiros
das notícias ruins

            Não faltarão juízes
o cochicho dos delatores
o testemunho invejoso
– Irresponsavelmente desperdiçou
fortuna e sinecura
em bares e vaginas

            Os homens enterrem
botijas de ouro
As mulheres envelheçam
longe de mim

            Que me arranjo sozinho

  A VIA REAL

      Somos errantes
eternos andantes
de uma alongada/
curta jornada

      Somos sozinhos
eternos errantes
nunca saberemos
entre tantos caminhos
se estamos percorrendo
a via real

      Na peregrinação para Lourdes
Mariazell Santiago de Compostela
pelos caminhos de Jerusalém
continuaremos sozinhos
sempre esperando
o convite amigo Vem
Vem comigo

 POR TRÁS DO ESPELHO

      Há muito tempo
me fragmento
por trás do espelho

      Há muito tempo
não me animo
sair para rua

      O isolamento vicia

      Há muito tempo
se aparecesse
uma companhia
não saberia
compartir
os espaços
do dia

      Há muito tempo
o tormento
de um isolamento
que nenhum deus vigia

—-
Seis poemas de livros inéditos

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: