Independência ou morte


Talis Andrade

O professor universitário Arnaldo Saraiva disse hoje que a poesia de Eugénio de Andrade tem tudo para interessar a leitores atuais e do futuro, embora reconheça que o escritor não tem a presença que teve no passado.

Em declarações à Lusa no dia em que se assinalam 10 anos sobre a morte de Eugénio de Andrade, o antigo presidente da fundação com nome do poeta, extinta em 2011, disse que “todos os poetas quando morrem passam por algum silêncio”, o que, por vezes é “definitivo”, mas que, no caso de Eugénio de Andrade, a sua poesia “tem todas as energias suscetíveis de supor que é uma poesia para interessar os leitores atuais e vindouros”.

“Ele continua a ser editado, mas não creio evidentemente que tenha aquela presença que durante muitos anos teve, o que pode ser um mau sinal, mas também não devemos achar que é um desastre porque…

View original post mais 422 palavras

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: