Poema de El Maria


Madeline Von Foerster - 3

.

 

Como tu, passarinho,
pensas voar
se tuas asas
foram cortadas?

Passarinho teu canto é belo,

quando ressoa no metal
corta os meus ouvidos.

Quando fores mais passarinho ainda,
me conta historias do tempo de ninho.

Passarinho não voe,
corte os meus ouvidos mais uma vez.
Corte sem dó,
assim como cortaram suas asas,
e o seu ar.

 

.

 


Tela de Madeline von Foerster

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s