O CEMITÉRIO DOS SUICIDAS


por Talis Andrade

 

 

Ilustração Halit Kurtulmus Aytoslu

Ilustração Halit Kurtulmus Aytoslu

 

Do suicida

os amigos se escondem

Temem um louco pedido

de socorro ou a cobrança

de alguma dívida

 

Quando se tenta

o autocídio

e a morte recusa

realizar sua parte

os amigos sentem-se enganados

Tudo não passou

de uma chantagem

uma farsa

para tirar vantagem

Quem quer morrer

não escapa

Atira-se do alto de um edifício

toma uma dose dupla de veneno

acerta um tiro na boca

aperta o laço no pescoço

deita na linha do trem

Viaja para bem longe

uma ilha perdida

uma cidade desconhecida

e se mata de uma maneira

que não dê trabalho

Simplesmente desaparece

escafede e continua sumido

Um defunto anônimo

não prejudica ninguém

One thought on “O CEMITÉRIO DOS SUICIDAS

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s