A curiosa e verdadeira origem da palavra “baitola”


por Moacir Japiassu

Francis Reginald Hull

Francis Reginald Hull

Mestre Roldão revela a curiosa e verdadeira origem da palavra “baitola”

Diretor da sucursal do Jornal da ImprenÇa em Brasília, de cujo varandão desbeiçado sobre as vicissitudes deste mundo ele enxerga as tantas renúncias e abnegações da capital deste país, o considerado Roldão Simas Filho encostou jornais e revistas e despachou para a sede o seguinte e curioso suelto:

Quem nunca ouviu o palhaço Tiririca chamar algum companheiro de cena pela alcunha de “Baitola”?!

Na linguagem coloquial, baitola, viado e gay têm o mesmo significado: trata-se de um homossexual.

A palavra “baitola” surgiu no Ceará, na segunda década do século 20. Vamos à história:

Por volta de 1913, chegou ao Ceará o inglês de nome Francis Reginald Hull, o conhecido Mr Hull (pronuncie-se mister ráu), que deu o nome a uma famosa avenida na cidade de Fortaleza-CE.

Mr Hull fora designado superintendente de uma Rede Ferroviária no Ceará e passou, em muitas situações, a fiscalizar algumas obras de construção e reparo na própria Ferrovia.

Mr Hull era homossexual assumido. Quando ia pronunciar a palavra “bitola”, que significa a distância entre dois trilhos, pronunciava “baitola”.

Quando ele se aproximava de onde estavam os trabalhadores, estes, que não gostavam do modo como eram tratados pelo chefe, diziam: “Lá vem o baitola, lá vem o baitola”.

A partir daí passou-se a associar a palavra baitola ao homossexualismo masculino.

Baitolagem também é cultura!


Leia mais aqui

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s